0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/03/2020 14:54

Em Araguaína, no norte do Estado, seis casos suspeitos para covid-19 fizeram o teste rápido nesta última quarta-feira, 25, e deram negativo para a doença. O material, que foi comprado pela Prefeitura, será aplicado em mais casos suspeitos nesta tarde de quinta-feira, 26. Ao todo, já são nove casos descartados e nenhum confirmado no Município.
 
O prefeito Ronaldo Dimas informou que manterá o decreto de contenção. “Por enquanto, vamos manter a decisão tomada, suspendendo alguns tipos de comércio, mas mantendo a grande maioria desde que a comercialização seja remota. Várias atividades mantêm-se em funcionamento normal, conforme pode ser observado no decreto”, afirmou.
 
 Testes rápidos

O teste rápido detecta o anticorpo Imunoglobulina M (IgM), que é produzido em grandes quantidades nas fases iniciais das doenças. A reação do corpo ao vírus sars-cov-2, causador da doença covid -19, é conhecido em 20 minutos após a coleta de uma amostra de sangue.

“Existe um período para realizar os testes, de acordo com o fabricante dos testes rápidos a recomendação é de realizar em pacientes com 10 a 12 dias após o início dos sintomas, antes deste período o resultado não terá eficácia”, esclareceu a secretária da Saúde.

Esses testes serão realizados após classificação do atendimento nas duas unidades básicas de saúde (UBS) que passaram a ser porta de entrada para atendimento de qualquer grau de sintomas: UBS JK, localizada na rua Araguaci, quadra 14, bairro JK; e UBS Albeny Soares, que fica na Avenida C, nº 1035, no Setor Couto Magalhães, próxima à Escola Estadual Benedito Canuto Braga.
 
Decreto 

Continua suspenso o atendimento presencial ao público em estabelecimentos bancários, comerciais e de serviços não relacionados à saúde, como cartório e restaurantes.
 
Para manter as vendas e relacionamento com clientes, os locais devem funcionar disponibilizando serviços delivery, drive-thru ou take-out. Nesses modelos, as entregas serão em domicílio; compra e entrega no estabelecimento, sem sair do veículo; ou compra por aplicativo ou telefone e retirada do produto ou alimento no local, sem entrar na loja ou restaurante.
 
Transporte público

O transporte coletivo urbano é mantido com algumas restrições. Como parte da medida de contenção, passes livres para idosos e estudantes estão suspensos. Também para evitar contágios, os ônibus terão limite de 50% da lotação e devem manter as janelas abertas. Mototaxistas não devem oferecer serviços de transporte durante a validade do decreto e estão autorizados a fazer transporte de mercadorias.

Post Anterior

Anvisa intensifica controle sanitário no Aeroporto de Palmas

Próximo Post

Impasse no futebol brasileiro: clubes e jogadores seguem sem acordo