0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 08/07/2022 09:05

O coordenador Nacional do Programa Balde Cheio, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), André Novo, e o gestor Regional da Embrapa, Cláudio Barbosa visitaram a unidade administrativa de Palmas, nesta quinta-feira, 07,  localizado no Sítio Estiva, no Distrito de Taquaruçu para conhecer as inovações aplicadas no local.

Durante a visita, André Novo destacou a importância do programa para fomentar tecnologias de capacitação aos produtores, sejam eles familiares ou de escala empresarial. O coordenador disse que o Balde Cheio mostra a relevância da extensão rural, ou seja, aproximar o produtor das questões de ciência e tecnologia. “O papel dessa extensão é fundamental. Treinar e capacitar no ritmo, na forma e na tecnologia adequada para cada produtor. A tecnologia só é muito boa se for adaptada para cada situação, seja do produtor familiar ou do empresário. O que importa é o técnico saber escolher as melhores ferramentas para cada caso e é isso que o Balde Cheio faz, capacita a aplicação do conhecimento na atividade leiteira”, explicou.

Ele ressaltou que esse trabalho está indo muito bem no Estado, principalmente na Capital, que tem feito um trabalho de capacitação dos técnicos da melhor forma possível. “Aqui em Palmas o programa conta com pelo menos 4 anos de trabalho junto às propriedades, e já observamos avanços importantes na melhoria dos processos. Os produtores estão se estruturando para transformar a produção de leite de forma sustentável e lucrativa. Além de melhorar a produção, muda a vida das famílias, o que é mais importante”, concluiu.

O médico veterinário da Seder, Cláudio Sayão, explica que em Palmas o Balde Cheio conta com uma unidade demonstrativa e seis assistidas. A unidade demonstrativa está instalada na propriedade do senhor Anízio Moura Filho, que recebe visita do médico veterinário credenciado da Embrapa, Júnior Colombo, a cada quatro meses, com apresentações de aulas de orientação, capacitação e assistência técnica rural, para os proprietários de todas as unidades.

Balde Cheio

Segundo a Embrapa, o Balde Cheio é uma metodologia de transferência de tecnologia que tem o objetivo de capacitar profissionais da assistência técnica, extensão rural e pecuaristas em técnicas, práticas e processos agrícolas, zootécnicos, gerenciais e ambientais. As tecnologias são adaptadas regionalmente em propriedades que se transformam em salas de aula. Estas são monitoradas quanto aos impactos ambientais, econômicos e sociais no sistema de produção após a adoção das tecnologias.

Post Anterior

Hemocentro realiza coleta externa de sangue no Quartel do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar

Próximo Post

Boletim Focus: mercado prevê queda do IPCA para 2022 a 7,96% e eleva PIB a 1,51%