0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/11/2019 16:48

As ruas e casas já estão recebendo os enfeites natalinos e pisca-piscas. Por isso a Energisa reforça alguns cuidados importantes para garantir a segurança no final de ano. Ao decorar a casa, evite fazer as chamadas “gambiarras”, como a instalação de enfeites e equipamentos elétricos na mesma tomada, utilizando “T” ou “benjamin”, prática que sobrecarrega a parte elétrica da residência e pode causar incêndios e choques elétricos. Quando possível, prefira iluminações em LED, que são mais econômicas e brilhantes e não geram aquecimento. 

Parte Externa

Ao realizar instalações de enfeites e luzes na parte externa da residência, em fachadas, muros, jardins e árvores, respeite a distância mínima de três metros em relação à rede elétrica e não utilize os postes e pontaletes de padrão da Energisa como forma de fixação.  

Desligar ao sair de casa

Dê preferência aos itens impermeáveis, são mais seguros e duram mais. Ao sair de casa, ou quando for dormir, desligue os enfeites luminosos, isso contribui para reduzir o valor da conta de energia e evita acidentes. Sempre fixe bem a decoração para evitar que seja arremessada contra a fiação elétrica em caso de ventos e chuvas. 

Eventos

Caso seja necessário fazer adequação elétrica, procure um profissional qualificado. Equipamentos elétricos como freezer e som devem ficar abrigados de áreas sujeitas a chuvas ou alagamentos. Caso o equipamento pegue fogo, se estiver conectado à rede de energia, nunca jogue água. E lembre-se que ligação clandestina de energia é crime e coloca a vida das pessoas em risco.  

O coordenador de Saúde e Segurança da Energisa, Bruno Queiroz, também reforça a importância de confirmar a procedência dos produtos. “Antes de comprar, o consumidor deve sempre verificar se os equipamentos têm o selo do Inmetro [Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia], que é o órgão responsável por atestar a qualidade e segurança. Se for utilizar enfeites de outros anos, garantir que estão em boas condições”, orienta. Em caso de urgência envolvendo a rede elétrica, avise aEnergisa.

Post Anterior

Polícia Civil cumpre mandados em Caseara, Marianópolis e na região do Vale do Araguaia durante operação “Caseara Sitiada”

Próximo Post

Com o fim do vazio sanitário, produtores de algodão no Tocantins já estão autorizados a plantar