0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 31/12/2020 12:12

Para quitar as dívidas e começar 2021 com saldo positivo, o Procon Tocantins separou algumas dicas que podem ajudar a reverter esse cenário.

A gerente de Atendimento e Educação para o Consumidor, a advogada Delícia Feitosa, explica um dos motivos do endividamento. “Normalmente, quem gasta além do que ganha agirá da mesma forma se passar a ganhar o triplo do salário. Em função disso, temos que frear nosso consumo, rever nossos gastos e planejar nossas finanças para que a nossa qualidade de vida melhore.” enfatiza o superintendente.

As pequenas despesas não contabilizadas como, por exemplo, lanches no dia-a-dia e créditos de celular podem ser consideradas os grandes vilões, isso sem contar o uso de cheques especiais e compras com parcelamento a longo prazo  e com juros. 

Gastos com cartões de crédito é um dos maiores vilões no planejamento financeiro. Foto: Kaliton Mota/Governo do Tocantins.

Aprenda a lidar com o dinheiro

Para boa parte das famílias, falar de finanças pessoais sempre foi um tabu. Por isso, devemos conversar sobre dinheiro e planejamento financeiro, só assim formará pessoas que poderão usufruir do presente e do futuro com mais segurança e sabedoria;

Ajuste os seus hábitos

A mudança nos hábitos é essencial para o consumidor que busca um estilo de vida pautado na educação financeira. Uma dica desse final de ano que pode ser aplicada em 2021 é o gasto consciente. Vai receber o 13º? Certifique-se priorizar a quitação de contas parceladas e ou pagamento aquilo que for de fato necessário, deixando os supérfluos para depois. Vale lembrar que em janeiro existem gastos extras como, por exemplo, ensino e impostos. Ao aliviar as contas pendentes, fica mais fácil correr atrás de seus objetivos com um pouco mais de liberdade.

Faça a previsão do orçamento

A previsão orçamentária é imprescindível para o sucesso de um planejamento estratégico financeiro. Essa previsão é essencial para subsidiar as principais informações relativas às necessidades de fluxo de caixa. Sem ela, suas decisões tendem a não funcionar. Saber qual é a previsão de faturamento para os próximos meses é crucial. Só assim é possível considerar as metas pessoais de crescimento. O foco aqui é garantir que a previsão seja feita de forma realista. Assim, os riscos de errar em seu planejamento estratégico financeiro são bem menores.

Economize seu dinheiro periodicamente

Economizar depende de uma tomada de decisão. Nesse caso, a medida é guardar, mesma que seja pouco. Foque primeiramente em ter uma reserva de emergência, planeje-se para juntar de 3 a 6 meses das suas despesas.

Saiba quanto gasta

Não tem como fugir dessa regra. Para fazer um bom planejamento financeiro pessoal, o primeiro passo é descobrir como anda sua realidade financeira. Isso significa saber com clareza quanto você ganha e quanto gasta por mês.

Se você é assalariado, lembre-se de considerar o salário líquido, ou seja, o valor que realmente cai na sua conta bancária, mensalmente. O salário líquido é a quantia que já vem descontada de impostos, INSS, vale-refeição, plano de saúde e outros benefícios concedidos pelo empregador.

Descubra para onde o dinheiro vai

 Depois de entender como o dinheiro chega conta, agora é fundamental descobrir para onde ele vai todos os meses. Parece uma pergunta difícil no começo porque, no dia-a- dia, é comum gastarmos sem pensar, ainda mais aqueles gastos rotineiros, como as contas de consumo.

Liste todos os gastos, começando justamente por aqueles frequentes, que ocorrem todos os meses: água, energia, telefone, internet, aluguel (ou prestação do financiamento imobiliário). Faça um esforço para lembrar, mas uma boa estratégia é pegar o extrato da conta no banco e a fatura do cartão de crédito para conseguir discriminar cada despesa.

Quais são os seus sonhos?

 Depois de entender como seu dinheiro “se comporta” todos os meses, uma etapa fundamental no planejamento financeiro pessoal é refletir sobre seus sonhos e objetivos. O que você quer conquistar ou fazer daqui a um ano? Quando aposentar quer ir para outro país? Pretende fazer um intercâmbio daqui a cinco anos? Pare e pense: quais são as suas metas no curto (até 1 ano), médio (de 2 a 5 anos) e longo prazo (acima de 5 anos)? Não precisa saber tudo agora, afinal a vida é dinâmica e o planejamento financeiro pessoal, também. É um caminho que vai sendo traçado ao longo do tempo.

Hoje pode ser que você queira casar e ter filhos. Amanhã, talvez isso não seja mais um objetivo e você se contente em adotar um cachorro e um gato. E está tudo bem, a vida é assim.

No seu planejamento financeiro, cada sonho ou objetivo pode ter uma espécie de adesivo ou carimbo. Assim, você se organizar melhor na tarefa de poupar recursos. O ideal, claro, é manter uma disciplina para guardar dinheiro e investir.

Post Anterior

Veja as dicas para evitar acidentes com a rede elétrica durante as celebrações de ano novo

Próximo Post

Bolsonaro anuncia aumento do salário mínimo para R$ 1.100 em 2021

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *