0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 28/07/2021 15:37

Elaborado pela Fundação Getulio Vargas (FGV), o Índice de Confiança da Indústria subiu 1,2 ponto em julho, chegando à marca de 108,6 pontos. É a terceira elevação seguida e o indicador apresenta o maior valor desde janeiro deste ano (111,7 pontos). Os dados foram divulgados nesta quarta-feira ( 28 ).

Foto: Divulgação.

“A confiança da indústria avança pelo terceiro mês consecutivo influenciada por uma acomodação das avaliações sobre o momento em patamar alto, mas com desaceleração do otimismo das empresas em relação aos próximos meses”, comentou Claudia Perdigão, economista da FGV. “As empresas ainda enfrentam um cenário de escassez de insumo, possibilidade de racionamento energético e alta incerteza econômica que tendem a limitar uma alta mais expressiva da confiança nos próximos meses.”

Depois de cinco quedas consecutivas, o Índice Situação Atual (ISA) subiu 0,5 ponto, variando para 111,8 pontos. O Índice de Expectativas (IE) aumentou 0,9 ponto para 104,9 pontos, o terceiro mês de crescimento seguido. Os dois indicadores retornaram ao patamar do primeiro mês de 2021.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada subiu 0,7 ponto percentual, atingindo 80,1%  o maior valor desde novembro de 2014 (80,3%).

Post Anterior

“Devo disputar, não posso garantir”, diz Bolsonaro, sobre eleições de 2022

Próximo Post

Keth Antunes é a primeira mulher do seleto grupo de empreendedores GoldAge