0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 09/01/2019 09:10

A Comissão do Concurso Público para Soldado e Oficial da Polícia Militar do Tocantins divulgou na noite desta terça-feira, 8, nota oficial sobre a situação certame, suspenso por decisão da justiça e do Tribunal de Contas do Estado.  

Segundo o presidente da Comissão, coronel Henrique de Souza Lima Júnior, o processo administrativo que apura suposto descumprimento de obrigações contratuais por parte da empresa AOCP, está em fase de instrução.

Este processo foi aberto depois que suspeitas de irregularidades quando da aplicação da primeira fase do certame, em março de 2018, chegaram ao conhecimento da Polícia Civil e do Ministério Público Estadual.

Lima Júnior destacou que estão sendo aguardadas “respostas solicitadas junto aos juízos da 1ª Vara Criminal da Comarca de Palmas/TO e 1ª Vara Criminal da Comarca de Arraias/TO”, relativas a cópias dos Inquéritos Policiais que apuram supostas falhas na execução da primeira fase do concurso.

Em outra instância, no Tribunal de Contas do Estado, o edital do certame também está sendo discutido. Ontem, 8, um grupo de candidatos esteve no TCE cobrou agilidade no julgamento dos conselheiros. 

Concurso da PM: presidente da Comissão fala sobre andamento do certame – áudio

Post Anterior

Suspeito de furtar fios na serra do Estrondo é localizado, mas vai responder em liberdade

Próximo Post

PM apreende mais 280 kg de drogas no Sul do Tocantins e diz que número de crimes reduziu