Home»Destaque»Como os jovens da geração z estão revolucionando o mercado

Como os jovens da geração z estão revolucionando o mercado

Chegou o momento das empresas abrirem seus departamentos de planejamento estratégicos e elaborar novas formas de vendas, de atendimento ao público e de interação com os consumidores.

Atualizada em: 06/12/2017 08:58

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

Chegou a geração z, os millennials já é coisa do passado, esta nova geração mudou a forma de trabalhar e de consumir, ela vai definir como os negócios nas próximas décadas irão funcionar. As grandes corporações dentro dos seus departamentos de marketing e recursos humanos vem gastando rios de dinheiro para descobrir a forma e o melhor jeito de se comunicar, relacionar, vender, interagir com a faixa etária mais influente e inspiradora da nossa história. O negócio é tão serio que a HARVARD BUSINESS REVIEW, principal publicação sobre gestão de negócios do mundo, tem mais de dois mil artigos, estudos e livros sobre este tema.

Os millennials são uma geração muito interessante, vivem conectadas, estão o tempo todo perguntando, são pessoas que gostam de experiências e não de posses e cuidam do termo sustentabilidade, porém esta geração nascida em 1980 a 1994, já era, o negócio agora são os nascidos em 1995 a 2010, a geração Z, que tem hoje de 7 anos a 22 anos de idade. Esta geração hoje são cerca de 23 milhões da população mundial e somente nos Estados Unidos respondem por mais de 830 bilhões de dólares em gastos por ano, de acordo com uma pesquisa feita pela consultoria Fung Global Retail & Technology. Aqui no Brasil a geração Z corresponde a 30 milhões de pessoas, ou seja, uma geração que além do poder de compra, nasceram conectadas e mobile, com um forte e  imensurável poder de influenciar nas decisões familiares. Esta geração Z, são muito mais realistas e pragmáticos que a geração Y, não gostam de rótulos, são mais tolerantes e abertos a diálogos e levam as coisas com mais humor e leveza.

Vejam as peculiaridades de cada geração, os baby boomers ( nascidos em 1904 a 1959), tem uma forma de pensamento Pós-Segunda Gerra, são idealistas, revolucionários e coletivos, já a geração X ( nascidos de 1960 a 1979) foi formada pelo capitalismo e pela meritocracia, de uma forma geral, são mais materialistas, individualistas e competitivos e adoram uma marca como símbolo da geração. Os Millennials ou geração Y ( nascidas em 1980 a 1995), quebraram muito este padrão que existia, ela veio a ser a geração de transformação tecnológica, viveram muito a experiência da usabilidade da internet e todos antes desta geração e até mesmo os millennials foram adaptados ao mundo digital.

Esta geração Z, mega conectada, super adaptada aos devices mobiles, uma geração de mudança de comportamento empresarial e consumista, demonstra que o offline e online estão tudo no mesmo espaço e tempo e a hiper realidade ampliada veio para ficar, tudo estará o tempo todo em todo lugar. A relação de compra não é mais uma via de mão única, ela é multi canal, o mesmo tempo que você é consumidor, pode ser colaborador ou concorrente, é muito dinâmica as ações neste contexto. Veja por exemplo como esta tendência já é realidade, o uber, netflix, spotify, estas apps explicam o desapego à posse,  é uma geração que o  mais importante é usar do que ter. Fica aqui uma pergunta as gerações anteriores a geração Z: Na sua casa, quantos produtos que vocês já compraram, que hoje não utilizam? E se compartilhar ele? Qual será sua experiência?

 

 

 

 

Post Anterior

Mais da metade dos proprietários já realizaram o Cadastro Ambiental Rural no Tocantins; prazo se encerra dia 31 de dezembro

Próximo Post

O natal das crianças do Hospital Infantil de Palmas