0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 10/05/2022 16:39

O público que comparecer ao Parque Agrotecnológico do Estado do Tocantins, local onde ocorre a Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2022), vai se deparar com várias instituições bancárias e financeiras dispostas a oferecer serviços específicos para o setor do agronegócio, voltados, principalmente, para a concessão de créditos e financiamentos. O Parque está localizado na rodovia TO-050, em Palmas, saída para Porto Nacional.

São instituições financeiras ofertando serviços de linhas de crédito, taxa de juros, carência, parcelamento, investimentos no campo, em tecnologias, na aquisição de imóveis, bem como outros, durante os dias da feira, que prossegue até o próximo sábado, 14 de maio.

“A Agrotins, que volta a ser presencial, terá muito financiamento, muito recurso, e as instituições se colocaram à disposição e teremos melhores taxas e condições de pagamento que fazem com que o produtor compre mais”, afirma o titular da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Jaime Café.

Algumas instituições já colocaram no plano de negócios a Agrotins, já que a feira é um dos eventos mais importantes do país para o setor da agricultura, pecuária e piscicultura. Com o retorno presencial, que foi possível graças ao avanço da vacinação contra a covid-19, a expectativa é extremamente positiva para as empresas que oferecem esses serviços.

Instituições financeiras

É o caso do Banco do Brasil, presente desde a primeira edição da Agrotins, e que esse ano traz duas novidades: as linhas Investe Agro – Aquisição de Imóveis Rurais, que concede crédito para financiamento de imóveis rurais, com área superior a quatro módulos fiscais, destinados à produção agropecuária e/ou regularização ambiental; e também a linha CPR Verde, que tem o intuito de rentabilizar as áreas verdes da propriedade rural.

Temos várias operações, que vão da linha de crédito para financiamento de imóveis a seguro de preço de safra. Aqui, não vamos somente desenvolver ações de investimentos, mas atender todas as demandas que surgirem”, garante o superintendente de Varejo do Banco do Brasil, Kamillo Tononi.

Sobre o otimismo da realização da feira este ano, de forma presencial, o superintendente mantém, partindo de experiências recentes, já que a equipe, pensando na Agrotins, realizou uma ação pré-feira tendo os resultados satisfatórios. “Só no pré-feira, a gente já superou tudo o que foi feito pelo Banco do Brasil na Agrotins de 2019. Então, para 2022, esperamos bem mais”, afirma.

Não muito diferente da Sicredi, que é o Sistema de Crédito Cooperativo, representado com mais de 2 mil agências em todo o país, que, na Agrotins, também vai operar com programas voltados para o pequeno, médio e grande agricultor, com linhas custeio, investimento e fomento para o setor. O assessor de Seguimento Agro do Sicredi, Axel Matheus Soethe, afirma que a forma presencial deixa tudo bem diferente e melhor para os negócios. “Estamos com uma expectativa muito boa, já que temos um sistema novo de cadastramento de proposta e o nosso último relatório já ultrapassou 59 milhões de propostas cadastradas”, afirma o assessor.

Realização

A feira é uma realização do Governo do Tocantins, por meio da Seagro, da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), do Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins), da Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapt) e da Tocantins Parcerias, em conjunto com empresas, instituições e órgãos públicos, de pesquisas e educacionais, entre outras.

Post Anterior

Planalto responde ao STF que perdão a Silveira é constitucional

Próximo Post

Investigações sobre milícias digitais e ataques às urnas eletrônicas serão feitas em conjunto

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *