0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 18/03/2022 19:41

O bloqueio do Telegram (foto) no Brasil, determinado nesta sexta-feira (18) por Alexandre de Moraes, cortará um dos principais canais de comunicação de Jair Bolsonaro com seus apoiadores.

Só em seu perfil oficial no aplicativo, registra O Globo, o presidente conta com pouco mais de 1 milhão de seguidores. Há ainda os perfis administrados por seus filhos: Flávio tem 93,9 mil seguidores, Carlos soma 77,9 mil e Eduardo, 53,6 mil.

O link para o canal de Bolsonaro na plataforma é frequentemente compartilhado em seus perfis, na tentativa de que seus seguidores em outras redes migrem para o aplicativo.

Desde o início deste ano, informa o jornal carioca, o presidente publicou no Twitter 23 postagens remetendo para o Instagram. Em 16 de fevereiro, por exemplo, ele escreveu que na plataforma bloqueada hoje era possível ter “acesso a ações que querem a todo custo esconder de você”.

Post Anterior

Governador Wanderlei Barbosa assina Termo de Cooperação Técnica com Sebrae para regularização ambiental de propriedades com atrativos turísticos

Próximo Post

Governador Wanderlei Barbosa revoga lei que instituiu segurança pessoal aos ex-governadores