0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 25/07/2022 15:29

Ecologia, turismo e economia aliadas e sintonizadas estão nas programações e estruturas de praias, banhadas por águas cristalinas e muito sol, de Peixe, Paranã e Talismã. As três cidades receberam recursos estaduais para auxiliar a Temporada 2022, além de ações conjuntas com secretarias de Estado como o Projeto Praia Consciente, para deixar os pontos turísticos mais limpos e protegidos, com frequentadores mais conscientes. Sobre o investimento do Estado do Tocantins, as cidades receberam, juntas, R$ 580 mil dos dos 6,2 milhões em recursos enviados pela gestão, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), para investimentos com infraestrutura e segurança nos municípios com programação específica neste período de grande movimentação turística, que ficam às margens de rios.

Do valor destinado para a região, a praia do Balneário Cachoeira, em Talismã, recebeu R$ 150 mil, em Paranã o recurso destinado foi de R$ 130 mil para a Praia do Dominguinhos, e, por fim, a cidade que recebeu mais recursos foi Peixe, com R$ 300 mil para a temporada na Praia da Tartaruga, uma das mais famosas e tradicionais do Tocantins. Esses mesmos municípios receberam, ainda, parcelas referentes ao Programa de Fortalecimento e Geração de Emprego e Renda, que somam R$ 2 milhões para cada cidade.

Peixe

A Praia da Tartaruga, em Peixe, um dos pontos mais populares durante a temporada de verão, recebeu incentivo do Estado do Tocantins, não somente os R$ 300.000,00 destinados à estrutura do balneário, mas também recursos que somam R$ 2 milhões para estruturar o município e receber, assim, melhor os turistas. Segundo o prefeito da cidade, Augusto Cezar Pereira, o auxílio do Estado foi distribuído para realização da programação cultural, com a contratação de artistas nacionais. “Foi muito importante a participação do Estado, pois com essa contribuição foi possível aplicar esse recurso na contratação de shows musicais para que tivessem eventos na nossa praia de maneira gratuita. Com isso, a cidade se movimenta muito com o giro econômico dos nossos comércios, hotéis e restaurantes. Cria várias formas das pessoas fazerem renda extra nessa época, o que fortalece a nossa economia e ainda de cidades vizinhas, como Gurupi, por exemplo”, ponderou o prefeito.

Barqueiro há 16 anos, Natan Raposo, também comemora a volta à temporada após dois anos sem ser realizada por causa da pandemia da covid-19. “Temos que agradecer que a estrutura, montada rapidamente, ficou boa. A movimentação não está tão forte como em outros anos porque outras praias da vizinhança receberam atenção e repartiu o público. Mas estamos saindo de uma crise de dois anos, então,o que entrar com certeza vai ajudar, é lucro. A equipe de barqueiros está o mês todo aqui para atender turistas”, comentou.

Esse ano a praia da Tartaruga foi administrada por uma empresa privada, que arcou com a estrutura física do local e está organizando toda a programação da Praia. Frequentadora há mais de dez anos da praia da Tartaruga, a assistente administrativa Renara Gomes Moreira juntou a família goianiense de Porangatu e aproximadamente 15 amigos para comemorar a volta da praia, após esses anos fechada devido a pandemia, em grande estilo: acampando. “Sempre acampamos aqui, gostamos de vir à essa praia. A estrutura é muito boa, a areia é limpa, a água é limpa, uma praia segura. Sempre passam fazendo a limpeza, cuidando do meio ambiente. Foi ótimo esse retorno após a pandemia. É tanto que a gente veio na semana passada e retornou nesta semana”, afirmou.

Ainda em Peixe, na estrada da cidade, às margens da BR 242, está localizada a Vila Quixaba, local que está recebendo pavimentação asfáltica, por meio do Programa de Fortalecimento da Economia e Geração de Empregos. O recurso faz parte dos R$ 2 milhões destinados à cidade e que foram investidos no asfaltamento de 90% da vila, que é uma das mais antigas da cidade. Augusto Cezar comentou que o asfalto na vila era um desejo muito antigo e que finalmente saiu do papel graças a parceria com o Estado do Tocantins. “Só temos a agradecer. A vila quixaba é uma porta de entrada para o nosso município, o povoado nunca recebeu nenhuma pavimentação asfáltica e a comunidade sonhava muito com isso” disse.

Paranã

Em Paranã, a praia do Dominguinhos foi preparada para o público nesse período de veraneio, com estrutura de 18 barracas, posto de saúde, posto da polícia militar, área para prática de esportes, banheiros químicos, área de camping, espaço demarcado para banho, e palco geospace, onde são realizadas shows musicais. Para tanto, o Estado do Tocantins destinou R$ 130 mil para realização da temporada, que, segundo o secretário de Turismo e Meio Ambiente de Paranã, Jesus Joaquim de Araújo, o recurso foi para contratação da atração musical da cantora de destaque nacional Mari Fernandes.

“Foi muito importante essa ajuda do Estado do Tocantins, já que a nossa cidade é pequena e essa estrutura não é barata. Um palco como esse, uma estrutura como essa, nunca foi uma realidade aqui e com esse recurso pudemos contratar um show de peso, o que chamou muito turista. Tivemos oito mil pessoas na praia”, conferiu o secretário, que ressaltou ainda a impossibilidade de fazer uma programação somente com recursos municipais após dois anos de pandemia.

O lugar funciona durante manhã, tarde e noite e movimenta não somente a cidade de Paranã, mas sim todo o Estado e, principalmente, municípios do entorno, na região sul e sudeste do Tocantins, já que segundo a organização da Praia, a estimativa é de receber 40 mil pessoas durante todo o período de veraneio. Tanto movimento atraiu pessoas de outros estados também, como é o caso da Valcenici Rolim Almeida, que é de Brasília e veio pela segunda vez ao Tocantins. Em 2021, ela e a família conheceram o Jalapão, esse ano eles pararam em Paranã e aproveitaram para conhecer a Praia do Dominguinhos e as impressões foram as melhores possíveis. “De onde eu passei até agora foi um dos melhores lugares, pois é tranquilo e eu tô gostando demais do local que é limpo, organizado, o povo é receptivo e para falar a verdade eu gostei mais daqui do que do Jalapão”, garantiu a comerciante de Brasília.

Quanto mais turistas, mais vendas e, consequentemente, mais trabalho, pelo menos é o que Carmem Lúcia Gomes e Sâmia Gomes esperam. Mãe e filha, elas já têm experiência na área de comércio, pois trabalham no próprio bar e restaurante no centro de Paranã e quando chega a temporada de verão elas fecham o estabelecimento e montam a barraca na praia para vender bebidas e comidas. “Chegamos aqui às nove da manhã e ficamos até a noite, essa é a segunda vez que viemos aqui”, comenta Sâmia que não esconde a felicidade em trabalhar novamente na praia depois de dois anos sem o evento por conta da pandemia. A Carmem Lúcia compartilha da mesma felicidade e afirma que esse ano as vendas estão melhores do que em 2019, quando elas trabalharam na praia pela primeira vez. “O fluxo de gente é melhor, dois anos isolados e agora voltamos pra conseguir tirar um lucro, está sendo ótimo”, afirmou.

Uma das cidades mais antigas do Tocantins, Paranã, que carrega em sua estrutura uma rica história do nosso Estado, também está passando por reformas e revitalizações. Por meio do Programa de Fortalecimento da Economia e Geração de Empregos, a prefeitura direcionou a verba para reformar a Praça das Mangueiras e estruturar a orla da Praia do Dominguinhos. A Praça Central Municipal é uma das mais expressivas da cidade. Conhecida também como Praça das Mangueiras, o local está recebendo pintura, iluminação, bancos novos, parquinho, calçamento, academia ao ar livre, área para futebol de areia, gramado e jardinagem, calçamento e ainda a revitalização da quadra esportiva. A previsão de conclusão é de 120 dias.

O aposentado Elson Moreira Ribeiro mora na cidade há 40 anos, atuou como professor e médico veterinário, hoje aos 73 anos, conta que essa foi a maior reforma que a praça recebeu. “De fato essa foi a reforma mais ampla que a praça teve, antes só tinha as mangueiras e os bancos. Ela já até foi reformada, mas não assim. Eu estou achando muito bom e quando ficar pronta vai alegrar as pessoas e nossa cidade”, comentou o aposentado.

Já a orla da praia da cidade, que também está com obras do Programa do Estado do Tocantins, os serviços iniciaram em junho e tem previsão de conclusão em novembro. O espaço vai ser recapeado, a cascata da fonte será revitalizada, estruturas como lanchonete e banheiros serão reformadas e a ideia é transferir a secretaria municipal de turismo para o local. Segundo o secretário de infraestrutura de Paranã, Roberto Lopes, o investimento vai trazer inúmeros benefícios para a cidade, como o fomento do turismo e a circulação na economia local. “Pra gente foi muito importante esse investimento porque a gente tava com essas obras paradas, isso foi muito importante para que continuássemos trabalhando. A cidade vai ganhar, o turismo aumenta, o que ajuda a nossa economia”, completou o secretário.

Talismã

Em Talismã, o recurso estadual no valor de R$ 150 mil foi investido na estrutura da praia do Balneário Cachoeira com o objetivo de melhorar as acomodações dos turistas e comerciantes. “Foi investido na estrutura da praia com tendas, banheiros, palco para as apresentações artísticas e gerador de energia, já que não temos energia na nossa praia. Esse investimento veio a calhar porque a cidade é pequena e ficaria pesado se usássemos somente recursos próprios. É satisfatório ver o balneário, que anos atrás, até recebia turistas mas ficava sujo, agora tem toda estrutura e pessoas que cuidam do local”, explicou o secretário chefe de gabinete, Éder Nunes Ramalho.

Para a comerciante e funcionária pública Marta Dias, que há 15 anos monta estrutura para atender os turistas na praia, a volta da temporada após dois anos de pandemia se tornou um motivo de extrema alegria. “A estrutura organizada pelo município ficou muito linda. É muito gratificante e gera dinheiro para a cidade, estou muito feliz com essa volta. Eu tenho uma expectativa de ganhar muito dinheiro”, comemorou a comerciante, que, com a ajuda do filho, pesca e comercializa os peixes do próprio balneário e faz do local sua morada durante a temporada.

O restante dos recursos para Talismã, que somam R$ 2 milhões, é investido na pavimentação asfáltica e ciclovia da Avenida Rio Araguaia, além do recapeamento da Avenida Ilson Furtado Carlota. Segundo o secretário de Controle Urbano, Alexandre Carrijo, cerca de 30% da obra está executada e os serviços ocorrem dentro do cronograma planejado. “A previsão é que essa obra seja concluída até o final de setembro. A obra é realizada por etapas. A parte de preparação, de terraplanagem, está pronta, agora começa a imprimação asfáltica. Com essa parte, pela medição e liberação realizada creio que chegamos aos 30% e entramos nessa parte final que é um pouco mais rápida. A etapa mais demorada é a preparação, que foram a compactação e a terraplanagem”, esclareceu.

Projeto Praia Consciente

Já com o foco ambiental, o Projeto Praia Consciente percorre atrativos com grande fluxo de visitação no Tocantins. No último final de semana, a praia em Peixe recebeu equipes da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) para orientações sobre a destinação adequada do lixo produzido para preservação das belezas naturais locais, manutenção da limpeza da água, faixa de areia e natureza ao redor. Junto com a iniciativa também tem o Praia Acessível, que disponibiliza Cadeiras Anfíbias aos visitantes cadeirantes, promovendo acessibilidade à água.

Conforme a diretora de Educação Ambiental para Sustentabilidade da Semarh, Erliette Gadotti, Caseara e Araguacema também foram visitadas durante o fim de semana, e ao todo são 15 municípios que recebem a ação. “Vamos até as praias para fazer com conscientização dos banhistas e turistas, dos comerciantes, dos barqueiros, quanto ao descarte adequado dos resíduos, entregamos sacolas para o depósito do lixo. Falamos da importância da manutenção do solo, da água. O projeto visa essa conscientização, visa fazer essa orientação nos locais com maior fluxo de pessoas e que as gestões solicitaram a nossa ida para auxiliar na hora de manter os ambientes conservados”, relatou.

Post Anterior

Luxemburgo destaca importância de atrair investimentos para a temporada de praia do Tocantins

Próximo Post

Ministério da Economia diz, que o Corte no Orçamento deve ser em saúde e educação

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.