0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 23/07/2020 16:04

Com dificuldades de comercialização no mercado interno por conta da pandemia do coronavírus, a cadeia produtiva de hortaliças tem buscado a exportação como alternativa de renda.

O embarque de produtos como cenoura, tomate, cebola e batata cresceu mais de 300% no primeiro semestre de 2020 em relação ao mesmo período de 2019. É o  que mostra o boletim semanal da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que relata os principais eventos e o comportamento das principais culturas agropecuárias no perıó do de 13 a 17 de julho.

A publicação também aponta aumentos das exportações de frutas cítricas, como tangerina, laranja e limão, de 158%, 132% e 12%, respectivamente, em razão da maior procura por alimentos ricos em vitamina C em tempos de pandemia.

Também nesta semana, a CNA se reuniu com o novo secretário de Política Agrícola do Mapa, César Halum, para discutir medidas para modernizar a política agrícola brasileira. No cenário internacional, destaque para os fatos ocorridos na União Europeia e China e um relatório da FAO sobre a fome no mundo. Fonte: CNA 

Post Anterior

Cientistas criam exame capaz de detectar 5 tipos de câncer precocemente

Próximo Post

Coranvírus: Tocantins registra 544 novos casos confirmados nas últimas 24 horas

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *