0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/07/2022 11:27

Ciro Nogueira, o chefe da Casa Civil de Jair Bolsonaro, apontou as armas contra os banqueiros nesta terça-feira (26). O braço-direito do presidente foi ao Twitter reagir a um manifesto assinado por banqueiros como Candido Bracher e Roberto Setúbal, que cobra respeito à democracia e ao sistema eleitoral.

O texto deve ser lançado oficialmente nesta terça-feira. Nele,  os autores dizem ser  “intoleráveis as ameaças aos demais poderes e setores da sociedade civil e a incitação à violência e à ruptura da ordem constitucional”. Apesar disso, o manifesto já atraiu a resposta da base governista.

Presidente Jair Bolsonaro, sabe por que os banqueiros hoje podem assinar cartas inclusive contra o presidente da República, ao invés de se calarem com medo nos congelamentos de câmbio do passado?, questionou Ciro em seu Twitter. “Porque hoje, graças ao desprendimento do poder do Senhor e à visão de país do ministro Paulo Guedes, o Brasil passou a ter um Banco Central independente.”

Ele também aponta que o PIX, sistema de transações do Banco Central implantado em 2020, tirou poder da mão de bancos.

Post Anterior

Estado do Tocantins injeta mais de R$ 247 milhões no mercado com pagamento dos servidores nesta quarta, 27

Próximo Post

Nova vice-presidente da Colômbia desvia de Bolsonaro e vai visitar Lula

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.