0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 27/06/2022 14:42

Líderes de partidos que fazem parte da base de apoio de Jair Bolsonaro no Congresso criticaram a indicação do general Braga Netto (PL) como vice na chapa à reeleição do presidente da República.

Como mostramos mais cedo, Jair Bolsonaro pretende formalizar o nome do general (foto, em primeiro plano) ainda esta semana. O movimento acaba com as pretensões do Centrão de indicar Tereza Cristina (PP) ao posto. Ela vai disputar o Senado por Mato Grosso.

Deputados e senadores acreditam que Jair Bolsonaro escolheu Braga Netto por um motivo simples: receio de ser alvo de um eventual processo de impeachment.

“Bolsonaro gosta de passar a ideia de ter as Forças Armadas nas mãos para confundir a população”, afirmou um deputado da oposição a este site.

Nas últimas semanas, integrantes do Centrão tentaram convencer Bolsonaro a escolher como vice a ex-ministra da Agricultura, de olho no eleitorado feminino. Agora, segundo a avaliação de três líderes do Centrão a este site, Bolsonaro reforça o estigma de que é um candidato “machista”.

“Bolsonaro precisa entender que um militar não vai ajudá-lo a ter a governabilidade que ele gostaria. Foi um tiro no pé”, resumiu um líder bolsonarista a este site.

Post Anterior

Cármen Lúcia manda PGR se manifestar sobre investigação de Bolsonaro no caso do MEC

Próximo Post

Governo credencia igreja evangélica para serviços de engenharia na Bahia