Posts na Categoria

Observatório

Era mais uma daquelas dezenas de festas que acontecem em uma sexta-feira. Durante uma ida ao banheiro e a consciência parcialmente afetada pelo álcool, encontrei uma mulher por lá. Percebi que ela aparentava estar bem insegura assim que se olhou no espelho, talvez pelo cabelo que não estava mais tão …

E nem é preciso chegar no Jalapão para perceber seu maior dilema: a calamidade de suas estradas intrafegáveis, onde carros duelam, desde sempre, em meio aos areões, cascalhos soltos e buracos. Moradores, comerciantes, políticos locais e turistas, todos clamam por uma estrada decente, pois a falta de manutenção nas estradas …

Fugaz é uma palavra gostosa de ler e de escrever. Pode até ser diferente, se a gente for o “outro” numa relação fugaz. Essa tal palavra aparece em músicas de Lulu Santos, Marina e outros, que cantaram paixões e amores através do pop ou do rock, nos anos de 1980. …

A expressão ficou conhecida e popular quando alguém dizia para o(a) outro(a) assumir sua sexualidade, homo ou heterossexual. Muita gente faz isso – ficar escondido – por anos a fio, sem se dar conta que só prejudica a si mesmo(a). Enfim, fechar as portas, ficando junto com as roupas ou …

por Heloísa Cipriano Quando se está sozinha, dá pra pensar em tudo. Gosto de ficar sozinha para ter momentos só meus. Na maior parte das vezes, o dia se torna menos estressante ao observar, no meu íntimo, com o meu olhar, o cotidiano do qual passo todos os dias. Acordar, pegar o ônibus …

Sim, é um trecho da música sertaneja Fio de Cabelo que dá título a este texto. Eu a ouvi, muitas vezes, quando morava e estudava em Goiânia (celeiro de músicos que adotam o estilo) e também quando entrevistei a dupla Chitãozinho e Xororó, na Exposição Agropecuária de Araguaína, por volta …

“Difícil é atender a todos os itens: beleza, inteligência, feliz e boa de cama (e com muito apetite!!)” A revista Saúde sobre a mesa, na clínica de estética e massagem, é um chamariz. Empolgada, a mulher lê com avidez a reportagem sobre apetite sexual. Até que, repentinamente, o silêncio da …

Não se escrevem mais cartas como antigamente…Literalmente. Na verdade, pouco se escreve na atualidade. Falo isso porque tenho dificuldade – agora – até de pegar uma caneta ou lápis, para ‘manualmente’ escrever um recado. Queremos fazer tudo eletronicamente, seja numa estação de trabalho, seja no telefone celular. Nossa vida, virtualizou-se. …

Por Renato Augusto Martins Boa parte da observação de um cronista se dá no relacionamento de coisas materiais e afetivas. Na tentativa de se construir um bom texto, a vida vira uma roda e uma roda vira a vida. Normalmente a reflexão é necessária, mas há casos em que a …

por Renato Augusto Martins Não sei você, amiga leitora, mas eu tenho grande dificuldade em reagir a elogios. Nunca sei se devo retribuir ou desconversar, na dúvida escolho a segunda opção e faço um comentário engraçadinho que normalmente nada tem a ver com o assunto. Sou desses com dificuldades em …