0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 05/02/2019 15:25

Thiago Ramos Silva foi preso pela Polícia Civil nesta terça-feira, 05, em cumprimento a mandado de prisão preventiva. Ele é apontado como o principal suspeito da morte da esposa, Selma de Oliveira Santos, em 1º de janeiro, na Capital. 

De acordo com o delegado Israel Andrade Alves, no dia do crime, a Polícia Civil foi acionada pelo próprio suspeito para atender uma ocorrência de suposta morte natural ou suicídio da vítima.

No entanto, a perícia criminal concluiu que Selma morreu em decorrência de lesões e hemorragias internas, provocadas pelas agressões que havia sofrido. “Com base nos laudos periciais, intensificamos as investigações e colhemos provas testemunhais de pessoas que relataram que, frequentemente, o suspeito agredia a vítima. Apuramos também que no dia de sua morte, Selma teria relatado a amigas que estava com medo de ser morta por Thiago. Trata-se de mais um caso de feminicídio ocorrido em Palmas/TO e que foi devidamente investigado e esclarecido, com a identificação e prisão de seu autor pela Delegacia de Homicídios da Capital ”, pontuou o delegado.

Suspeito de matar a esposa. Foto: Divulgação/Polícia Civil.

Após a apuração junto a testemunhas e os resultados dos exames periciais, o delegado representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão de Thiago, que foi decretada e cumprida nesta terça-feira, 05. O suspeito foi recolhido na Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP). 

Post Anterior

Confira as atrações nacionais do Carnaval 2019 em três municípios do interior do Estado

Próximo Post

Paixão de Cristo 2019: mais de 50 atores são selecionados para 16ª edição do espetáculo que acontece em abril