0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 17/06/2021 14:05

O governador do Goiás, Ronaldo Caiado, rebateu a fala de Ibaneis Rocha, governador do Distrito Federal, que afirmou que Lázaro Barbosa, responsável pela chacina de uma família e que vem protagonizando uma fuga de mais de uma semana na região, tem feito a força-tarefa policial local “quase como de boba”.

Foto: Divulgação.

A declaração de Ibaneis foi dada nesta quarta-feira (16). Pelas redes sociais, Caiado disse não admitir o tratamento dispensado aos policias goianos e que os militares são o “orgulho” do estado. “Se ele trata policiais do DF com grosseria, minha solidariedade a eles”, alfinetou o político.

Desde o dia 9 de junho cerca de 200 homens da Polícia Militar tentam capturar o homem que já fez diversos reféns, roubou carros, trocou tiros com policiais e vem se escondendo na mata durante o dia e invadindo fazendas a noite. A força-tarefa do DF e de Goiás utiliza helicópteros, drones, cães farejadores para tentar prender Lázaro Barbosa.

O deputado distrital Leandro Grass também se manifestou nas redes sociais:

Ontem o secretário de Segurança de Goiás, Rodney Miranda, disse que Lázaro foi visto na região e que estaria “atrás de comida”. Projeções da Polícia Civil do Distrito Federal dão conta de alguns dos disfarces que podem ser utilizados pelo fugitivo:

Foto: Divulgação.

Fonte Congresso em Foco

Post Anterior

Polícia Federal combate comércio de moeda falsa em Palmas

Próximo Post

Defesa Civil Estadual inicia formação de 1.300 brigadistas para enfrentamento das queimadas no Tocantins