0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 21/07/2022 07:51

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a dizer hoje que o Brasil tem jeito e que vai voltar a andar de cabeça erguida, depois de passar por uma série de retrocessos, que trouxeram de volta o desemprego e a fome.

“Esse país vai voltar a andar de cabeça erguida. As pessoas vão comer, viver dignamente. A gente vai poder, no sábado, convocar nossa família, comprar uma costela e fazer um churrasco bem gostoso com uma cervejinha gelada porque a gente não é de ferro”, afirmou, durante ato público em Serra Talhada, no sertão pernambucano.

Lula ressaltou que o Brasil está pior do que em 2003, quando ele assumiu o primeiro mandato, mas disse estar melhor para resolver os problemas. “É importante a gente lembrar, e eu já provei que esse país tem jeito. Eu já provei que quando o povo pobre começa a participar do processo da economia no país, as coisas começam a dar certo.

A um contingente de mais de dez mil pessoas, na antiga Estação Ferroviária, Lula afirmou que a disputa eleitoral deste ano é diferente de todas as demais das quais participou porque não é apenas uma disputa entre candidatos e partidos.

“Nós estamos fazendo uma disputa entre uma candidatura que defende a democracia, que defende o Estado de Direito democrático, que defende a questão dos direitos humanos e outro candidato que é negacionista e desumano”, disse, criticando também a postura do presidente Jair Bolsonaro com as vítimas da Covid. “Não teve coragem de soltar uma única lágrima por mais de 670 mil vítimas da Covid nesse país”.

 

Post Anterior

Representante dos servidores da Abin deixa cargo após divulgar nota negando fraude nas urnas

Próximo Post

Palmas registra 8.677 casos de dengue e 1.380 de chikungunya neste ano

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.