Home»Destaque»Bolsonaro faz bravata para não brigar com acionistas, diz Lula..

Bolsonaro faz bravata para não brigar com acionistas, diz Lula..

Atualizada em: 21/06/2022 17:33

0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), pré-candidato à Presidência da República, voltou a dizer nesta 3ª feira (21.jun.2022) que o presidente Jair Bolsonaro poderia reduzir os preços dos combustíveis com “uma canetada”, mas não o faz para beneficiar os acionistas privados da Petrobras.

O petista também classificou a ideia de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar a estatal de “coisa absurda”. “Ele [Bolsonaro] tenta jogar a responsabilidade da sua incapacidade diuturnamente em cima dos outros”, disse.

A comissão é defendida pelo atual presidente como forma de pressionar a estatal e evitar novos aumentos de preços dos combustíveis.

Para Lula, a estratégia do presidente para lidar com a alta dos preços em ano eleitoral é uma “bravata”. “Bolsonaro faz bravata e mantém o preço alto porque ele não quer brigar com os acionistas que ficam com o lucro que a Petrobras está tendo, que é exorbitante”, disse.

De acordo com ele, na época dos governos do PT, os acionistas demoravam mais para receber parte dos dividendos porque a prioridade “era a Petrobras se transformar em uma grande empresa de energia”.

O ex-presidente voltou a culpar o ex-presidente da Petrobras Pedro Parente pela decisão de atrelar o preço do petróleo brasileiro ao mercado internacional.

“Estão desmontando isso e vão criar todas as confusões possíveis para ver se conseguem propor privatização da Petrobras, quem sabe ainda neste ano, como fizeram da forma mais vergonhosa possível com processo de privatização da Eletrobras”, disse.

Lula discursou durante o lançamento oficial das diretrizes que embasarão a elaboração do seu programa de governo. O evento, realizado em São Paulo, reuniu o comando dos 7 partidos que integram a coligação do petista: PT, PSB, PCdoB, Rede, PSOL, PV e Solidariedade.

No documento, os partidos defendem que a Petrobras seja uma empresa “integrada de energia”, com investimentos em exploração, produção, refino e distribuição, mas também com atuação na transição ecológica e energética, como gás, fertilizantes, biocombustíveis e energias renováveis.

Em relação à privatização da Eletrobras, concluída pelo atual governo, o texto sinaliza possível reestatização da empresa em eventual vitória de Lula.

A pré-campanha de Lula também lançou uma plataforma virtual para que qualquer pessoa ou organização possa enviar, nos próximos 30 dias, ideias para a proposta de governo. A plataforma pode ser acessada pelo link: programajuntospelobrasil.com.br.

O petista afirmou que seu eventual novo governo terá de enfrentar processo de reconstrução do país. “Se estamos falando disso, deveríamos comparar essas diretrizes como se fosse a construção de uma casa. E todo mundo sabe que a casa começa por um bom alicerce, se não qualquer vento derruba”, disse.

Durante a apresentação das diretrizes, o ex-ministro Aloízio Mercadante, responsável pelo processo de elaboração das diretrizes, afirmou que o enfrentamento à fome será a prioridade de um eventual governo Lula.

“Esse documento não é chegada, é apenas ponto de partida. O ponto de chegada é a gente se preparar para a grande festa que faremos em Brasília no dia em que o presidente subir de novo a rampa, com Alckmin, vestir aquela faixa e reconstruir o país”, disse.

Post Anterior

Líder caminhoneiro diz que Bolsonaro mente e quer jogar o povo contra a Petrobras

Próximo Post

Circo Maximus mistura tradição e tecnologia para animar as férias

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.