0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 08/04/2020 15:20

No Tocantins, cerca de 230 mil famílias estão inscritas no Cadastro Único. Na folha de pagamento de março de 2020, 110 mil famílias receberam o Bolsa Família e devido a ampliação do Programa no próximo mês mais 8.254 passarão a receber o benefício.

A técnica de gestão do Bolsa Família no Tocantins, Régina Mercês Aires, explica que o cidadão que já está inscrito no Cadastro Único não precisa baixar o aplicativo ou responder as perguntas no site. A técnica informa, ainda, que mesmo estando inscrito no Cadúnico o candidato precisa preencher todos os pré requisitos para receber o auxílio emergencial.

“Caso o cidadão que já está inscrito no Cadastro Único seja apto deverá receber o auxílio até quinta-feira, 9. Já os beneficiários do Bolsa Família devem receber a partir do dia 16 de abril, seguindo o calendário de pagamento do Programa. Esse público só irá receber o auxílio quando este for maior que o valor já pago pelo Bolsa”, destaca a técnica.

O auxílio emergencial de R$ 600 a R$ 1.200 deverá ser pago por três meses é destinado a trabalhadores informais, desempregados, microempreendedores individuais (MEIs) e contribuintes individuais do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), que cumpram requisito de renda média.

Os pré requisitos necessários para acessar o recurso são:

Ter mais de 18 anos de idade; Não ter emprego formal; Não receber nenhum outro benefício, como aposentadoria, BPC, seguro desemprego, auxílio doença, entre outros; Estar em família com renda por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou com renda total de até três salários mínimos (R$ 3.135). Em 2018, não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70. Ser Microempreendedor individual, contribuinte individual ou trabalhador informal (empregado, autônomo ou desempregado).

Em casos de dúvidas sobre o auxílio emergencial a Caixa Econômica Federal disponibilizou o telefone 111, lembrando que  o número é  para orientações e não será possível se inscrever por ele. 

Post Anterior

Leilões de bovinos são liberados, mas com restrições de público no TO

Próximo Post

Senado aprova projeto para socorrer microempresas de relatoria da senadora kátia Abreu (PP-TO)