0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 03/09/2021 14:37

A prefeita Cinthia Ribeiro assinou na manhã desta sexta-feira, 03, a autorização para início da construção de bueiro celular sobre a ponte no córrego Sussuapara na Avenida NS-03, na região Norte de Palmas. O trecho beneficiado com a obra garantirá a ligação do centro de Palmas com quadras da região Norte de Palmas, como a Arno 31 (303 Norte), Arno 32 (305 Norte) e quadras vizinhas, interrompido em função da falta de segurança para trafegabilidade na ponte que existe no trecho.

Serão investidos R$ 5.203.545,78 do Programa de Ampliação de Infraestrutura Urbana de Palmas (Proinfra) para execução de drenagem pluvial, bueiro celular pré-moldado, terraplanagem, pavimentação asfáltica, sinalização viária e calçadas na Avenida NS-03, no trecho entre a LO-06 e LO-08. A empresa Coceno Centro Norte Ltda foi a vencedora da licitação de execução.

“Esta ponte exigia muito investimento em reparo em função de um dano estrutural. Esse reparo não é barato. Chegamos a fazer reparos em 2018 e 2020. Mais reparos seriam necessários e isso sairia muito caro. Resolvemos fazer algo definitivo e seguro que vai trazer a solução necessária para esse trecho e devolver mais alternativas de mobilidade para as quadras da região Norte. Levamos o tempo necessário para cumprir com os ritos legais necessários e agora podemos anunciar o início imediato”, esclareceu a prefeita Cinthia Ribeiro.

Morador há 15 anos da Arno 32, Pedro Lira dos Santos afirmou que está interessado em ver a obra sair do papel. “É tudo que a gente aqui queria. Liberar essa via aqui vai ajudar bastante porque fechada atrapalha demais. Faz a gente ter que dar uma volta para chegar ao centro”.

Solução de engenharia

Segundo o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Antonio Trabulsi Sobrinho, foram realizados estudos que definiram a substituição da ponte como melhor alternativa para este trecho da NS-03. A estrutura escolhida será um bueiro celular triplo de 77 metros de extensão. Toda a obra tem previsão de execução em até dez meses.

O córrego Sussuapara já possui duas transposições de avenidas com bueiro celular, uma delas na Av. NS-04, ao lado do Parque dos Povos Indígenas (PPI), e outro na NS-15. Trata-se de estrutura de concreto pré-moldado que oferece mais celeridade na sua implantação. Uma solução de engenharia que garante a canalização de cursos d’água sem a interrupção da vazão de curso d’água.

Conforme frisado pela prefeita, até a conclusão dos trabalhos, o trecho será mantido fechado para pedestres e veículos automotivos. “É uma obra grande e segurança é nossa prioridade. Precisamos muito contar com a colaboração de todos para que respeitem o isolamento deste trecho”, frisou a gestora.

Post Anterior

Em novo decreto, Prefeitura de Gurupi mantém medidas de enfrentamento à Covid-19

Próximo Post

Após críticas, Neymar nega estar fora de forma: 'No próximo jogo peço camisa M'