0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 06/06/2018 11:21

O atleta Jone Costa ficou assustado, mas principalmente revoltado, com o que testemunhou na manhã desta quarta-feira, 6, durante as provas de atletismo da etapa regional dos Jogos Estudantis do Tocantins(JETs), considerada a maior competição escolar do Estado promovida pela Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), em Palmas(TO). 

Costa tinha acabado de fazer treino na pista da Universidade Federal do Tocantins(UFT), a primeira com padrão internacional do Estado e decidiu ficar com os amigos, que também treinavam, para assistir a primeira prova do JETs, por volta das 7h30.

Na pista, contou ele ao Portal Orla Notícias, entraram duas jovens para a disputa dos três mil metros livres, na categoria 15 a 17 anos: Catiane Neri Fernandes, do Centro de Ensino Médio Tiradentes e Simone Oliveira Bezerra, da Escola de Tempo Integral Eurídice Ferreira de Melo. Na hora, disse, “não havia sequer um médico no local acompanhando a prova, um absurdo. O correto seria ter uma ambulância”.

O boletim da prova registou a participação da atleta.

Foi então que Catiane desmaiou na pista. “Ela ficou desacordada durante muito tempo e nós não sabíamos o que fazer porque não somos médicos. Jogávamos água na cabeça dela, nos pulsos, colocávamos de lado, mas não sabíamos se era a conduta correta”, relatou o atleta.

Os bombeiros foram acionados para prestar socorro à adolescente. Ela foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento Norte, na capital, onde passou por exames médicos e aguarda os resultados.

O Portal entrou em contato com a direção do CEM Tiradentes, na Arse 82(Antiga 806 Sul), para saber do acompanhamento da atleta, se houve levantamento prévio do seu estado de saúde para participar da competição. As ligações não foram atendidas, no (63) 3218-6247. 

A Secretaria de Educação do Tocantins também foi contatada para esclarecer sobre as providências adotadas e por que não há socorro médico nos locais de provas dos jogos estudantis. Em nota, enviada ao portal, informou que “em todas as etapas dos Jogos Estudantis do Tocantins os serviços de saúde são oficiados e ficam de sobreaviso para realizarem atendimentos de primeiros socorros e transporte de alunos que porventura necessitarem”.

A nota diz que “a aluna Catiane Neres Fernandes foi prontamente atendida pela ambulância do resgate do Corpo de Bombeiros” e “passa bem”. 

Da regional de Palmas do JETs participam cerca de 900 alunos atletas de escolas públicas e particulares, nas categorias de 12 a 14 anos e 15 a 17 anos, nas modalidades futsal, handebol, vôlei, xadrex, tênis de mesa, atletismo e vôlei de praia.

Além da pista de atletismo da UFT, as provas acontecem na Escola Estadual de Tempo Integral Professora Elizângela Glória Cardoso, no Colégio Ulbra e no Colégio da Polícia Militar (Unidade II). 

As provas de atletismo foram realizadas normalmente, na manhã desta quarta, depois do atendimento à aluna Catiane. Veja galeria.

Post Anterior

"Campeão de denúncias" é preso pela DENARC junto com rapaz que fazia o abastecimento de outras 'bocas de fumo'; veja vídeo

Próximo Post

Homem é flagrado pela PRF transportando mais de 90 kg de peixe e dois animais silvestres

1 Comentário

  1. Lidiane
    8 de junho de 2018 at 13:27 06276

    Esta foto em destaque na matéria não é da pista da UFT!