0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 24/07/2022 10:22

A Ucrânia poderia exportar 60 milhões de toneladas de grãos em oito a nove meses se seus portos não fossem bloqueados, mas o ataque da Rússia no porto de Odessa mostrou que definitivamente não será tão fácil, um assessor econômico da Presidência ucraniana disse neste domingo (24).

A Ucrânia pode ganhar US$ 10 bilhões vendendo 20 milhões de toneladas de grãos, que estão estocados em silos, e 40 milhões de toneladas de sua nova colheita, disse o assessor Oleh Ustenko.

“A colheita totaliza 60 milhões de toneladas de grãos, mas 20 milhões são para consumo interno”, disse.

“Se os portos fossem desbloqueados agora e dissermos que precisamos movimentar 60 milhões de toneladas de grãos […] então transportaríamos 60 milhões de toneladas de grãos dentro de oito a nove meses”, acrescentou.

“Mas com a maneira como eles estão abrindo agora e o que a Rússia está fazendo no Mar Negro, o ataque de ontem mostra que definitivamente não funcionará dessa maneira”, disse ele.

Mísseis russos atingiram o porto de Odesa um dia depois que Rússia e Ucrânia, com mediação das Nações Unidas e da Turquia, assinaram um acordo para reabrir os portos do Mar Negro e retomar as exportações de grãos.

Moscou diz que atingiu a infraestrutura militar.

Espera-se que o acordo alivie a escassez global de alimentos causada pela guerra.

A Ucrânia precisará de 20 a 24 meses para exportar esses volumes se seus portos não estiverem funcionando corretamente, disse o assessor ucraniano.

Post Anterior

Bolsonaro “é muito melhor hoje”, diz Ciro Nogueira

Próximo Post

Bebel Gilberto se desculpa após pisar na bandeira do Brasil

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.