0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 03/07/2022 08:23

Filipe Martins , o assessor de assuntos internacionais de Jair Bolsonaro, afirmou que o presidente tem acesso a documentos da inteligência da Polícia Federal que seriam sigilosos. As declarações foram dadas durante entrevista ao canal Cara a Tapa, no YouTube.

“Eu, como assessor, tendo a manifestar minhas discordâncias internamente. Acho que é descortês e deselegante eu vir aqui e dizer: ‘não, naquele episódio eu disse isso. E foi feito aquilo’. Uma vez que ele fechou questão, o meu papel também é fazer com que a posição dele dê certo. Ele é o cara que tem a visão de conjunto e tem informações que eu não tenho”, disse.

A declaração foi feita em meio a suspeitas de interferência de Bolsonaro na PF.

Em 2020, o ex-ministro Sergio Moro afirmou que o presidente queria trocar o diretor da corporação para ter acesso a informações sigilosas da inteligência. Recentemente, uma interceptação telefônica feita pela PF indicou que o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro passou a suspeitar que seria alvo de busca e apreensão após uma conversa com Bolsonaro.

Post Anterior

Mais um brasileiro morre na guerra da Ucrânia

Próximo Post

Flamengo encaminha acerto com chileno Arturo Vidal