0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 25/01/2022 15:53

arrecadação do governo federal fechou 2021 com aumento real de 17,3%, a R$ 1,8 trilhão, com o melhor desempenho arrecadatório desde 2000, para o período acumulado, divulgou a Receita Federal nesta terça-feira (25). 

Em dezembro, a arrecadação registrou variação positiva de 10,76% em relação ao mesmo mês de 2020, a R$ 193,9 bilhões, também o melhor resultado desde 2000, assim como os meses de de fevereiro, março, abril, maio, julho, agosto e setembro de 2021.

A arrecadação de 2020 havia fechado em queda real de 6,91%, a R$ 1,479 trilhão, com os efeitos negativos da crise econômica em decorrência da pandemia da Covid-19.

Em novembro de 2021, a alta real havia sido de 1,41% sobre igual mês de 2020, com R$ 157,340 bilhões. O resultado foi o maior para o mês desde 2014 (R$ 157,5 bilhões), conforme série da Receita corrigida pela inflação.

A Receita Federal destacou o recolhimento extraordinário de R$ 40 bilhões em IRPJ (Imposto de Renda de Pessoas Jurídicas) e na CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) em 2021. Por outro lado, o fisco destacou o crescimento de 14,41% das compensações tributárias no ano passado, chegando a R$ 216,3 bilhões, ante R$ 189,1 bilhões de 2020.

 

Post Anterior

Governo do Tocantins já distribuiu quase 3 milhões de doses de vacina contra a covid-19; saiba como funciona a distribuição

Próximo Post

Governo do Tocantins abre o orçamento de 2022, nesta terça-feira, 25