0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 23/06/2021 17:39

Nesta segunda-feira, 21, a jornalista Silvye Alves, apresentadora do Cidade Alerta Goiás (Record), denunciou ter sido vítima de violência doméstica por parte de um ex-namorado. A agressão teria ocorrido na noite de domingo, 20.

De acordo com a Polícia Militar de Goiás, o homem invadiu o prédio no qual a apresentadora reside e desferiu chutes, tapas e socos no rosto dela, causando várias lesões e uma ferida profunda na boca da jornalista. Ela precisou ser submetida a uma cirurgia.

Foto: Divulgação.

A agressão ocorreu na frente do filho dela, de 11 anos de idade. “Não está sendo fácil… A dor física só não é pior que a dor na alma”, compartilhou Alves nas redes sociais, pedindo orações aos seguidores. “A maior tristeza de tudo isso foi ver meu filho sofrer… Prometi nunca fazê-lo sofrer e hoje aconteceu o pior…”

O ex-namorado da jornalista foi detido ainda durante a manhã desta segunda. Ele tentou embarcar em um voo no Aeroporto Santa Genoveva, em Goiânia. Porém, foi reconhecido pela Polícia Federal, que chamou a PM para conduzi-lo à Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (DEAM). 

Menos de 24 horas após Ricardo Hilgenstieler ter agredido a ex-namorada e apresentadora do ‘Cidade Alerta’ da Record de Goiânia, ele já está solto novamente. O empresário pagou fiança e foi liberado na manhã desta terça-feira (22), mesmo com o pedido de prisão preventiva feito pela promotora que cuida do caso. 

A Record divulgou uma nota de repúdio sobre o caso. “Infelizmente nossa apresentadora do Cidade Alerta em Goiânia, a jornalista Silvye Alves, que tantas vezes no programa denunciou os casos de violência doméstica, foi vítima de agressão na madrugada desta segunda-feira”, diz o texto.

“A Record TV recebeu a notícia com profunda indignação e esclarece que presta todo apoio necessário à profissional neste momento tão delicado.”

“É inadmissível que os casos de violência contra a mulher aumentem a cada ano, apesar de todos os esforços em denunciar a gravidade dos casos”, continua a nota.

“Acreditamos que toda a sociedade deve se mobilizar para que situações como essa não ocorram e que os agressores sejam devidamente punidos.”

“Reiteramos nosso repúdio a qualquer tipo de violência e prestamos nossa solidariedade à Silvye Alves e a todas às vítimas deste tipo de crime”, afirma a emissora.

“A Record TV ainda reafirma seu compromisso de apoio à luta contra a violência contra a mulher, num trabalho contínuo de denúncia e conscientização de toda a sociedade.”

Post Anterior

Governo do Tocantins adianta salário de servidores e pagamento começa nesta quinta, 24

Próximo Post

Mourão admite erro do governo em comunicação oficial sobre pandemia