0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 31/05/2018 15:38

O Sistema Estadual de Defesa do Consumidor, composto pela OAB-TO, Procon, Defensoria, MPE e outros órgãosemitiu, nesta última quinta-feira, 31 de maio, nota técnica suspendendo a racionalização na venda de combustíveis e gás de cozinha. 

Segundo a nota, o comércio deve acabar com a restrição na venda dos produtos para que todos possam ter acesso a abastecimento e a gás, devido o fim das paralisações. Antes, o sistema recomendava venda de até 30 litros de gasolina, etanol e óleo diesel por carro ou caminhonete, 10 litros por moto. Além de um botijão por pessoa.

Tocantinense terá que lidar com racionamento de gasolina e gás de cozinha

Post Anterior

Lagoa da Confusão: estradas que servem de rota para transporte escolar e escoamento da produção são recuperadas, após período chuvoso

Próximo Post

Feriado: Ruas vazias e praias com lotação abaixo da expectativa na capital