0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/03/2020 14:47

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta última quarta-feira, 25, que atendeu às recomendações expedidas pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e Ministério Público do Tocantins (MPTO) quanto às medidas adotadas pelos órgãos de vigilância sanitária para conter a propagação do coronavírus no Estado.

Segundo a Anvisa, foi intensificado o controle sanitário de viajantes, com a ampliação da vigilância de casos suspeitos do Covid-19, conforme indicações previstas nos planos de contingência do Aeroporto de Palmas e do Governo do Estado. O Órgão também disponibilizou avisos sonoros com orientações gerais sobre o coronavírus em português, inglês, mandarim e espanhol, além de cartazes explicativos sobre medidas de proteção e higienização.

A Anvisa informou, ainda, que emitiu ofícios com orientações para que a Superintendência da Infraero e as empresas aéreas organizem as filas para o acesso à sala de embarque e check-in, com sinalização horizontal, de modo a assegurar a distância mínima de um metro entre as pessoas.

Também foram intensificadas a fiscalização sobre os procedimentos e frequência de limpeza e desinfecção de superfícies, banheiros, carrinhos e equipamentos, bem como sobre o uso de equipamentos de proteção individual pelos profissionais que atuam no Aeroporto de Palmas. (Informações do MPTO)

 

Post Anterior

Coronavírus e a composição de dívidas rurais; o que pode mudar?

Próximo Post

Covid-19: Araguaína tem nove casos descartados e nenhum confirmado; testes rápidos começam ser usados

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *