0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 27/11/2019 15:08

A Agrotins 2020 já começou a ser planejada. Na última terça-feira, 26, representantes da secretaria Estadual da Agricultura e da secretaria Desenvolvimento Rural de Palmas participaram de uma reunião no Centro Agrotecnológico de Palmas. O objetivo foi planejar ações que tratam de infraestrutura para o ano que vem. 

O secretário Estadual de Agricultura, César Halum,destaca uma das inovações para os visitantes. “Vamos construir um pier no lago, para melhorar o acesso das pessoas que forem até a Agrotins, saindo da praia da graciosa com acesso pelo lago. Outra novidade, um restaurante flutuante junto ao pier, para melhorar o atendimento dentro da Agrotins”, antecipou César.

A expansão da área de infraestrutura também é um dos pontos apontados no planejamento, propondo a ampliação do estacionamento de carros e mais espaço para empresas expositoras.“Vamos fazer a Agrotins com inovações na infraestrutura, além de trazer novidades em tecnologias voltadas para a sustentabilidade e o aumento da produtividade. A proposta é mostrar que o cerrado tocantinense ainda vai produzir muito, esse Estado que tem praticamente noventa por cento da área, de cerrado,” afirmou o secretário Halum. A Agrotins acontece todos os anos na primeira quinzena de maio, no Centro Agrotecnológico de Palmas.

O secretário municipal de Desenvolvimento Rural, Roberto Sahium, enfatiza que a produção de alimentos deverá prevalecer cada vez mais, que é uma necessidade do mundo, e destaca algumas novidades que serão vitrines na fazendinha, área de exposição da Prefeitura de Palmas.“Nossa proposta é apresentar tecnologias como estufas para produção com hidroponia um dos sistemas mais sustentáveis, por guardar pouca água e ocupar pequeno espaço. Teremos ainda o container escola, que será refrigerado usando energia solar, para ser utilizado na formação de jovens. Outras atrações sustentáveis estarão disponíveis para visitação dentro da fazendinha que vai atrair todo o público, desde criança, estudantes, técnicos e o produtor rural,” destacou Roberto.

Post Anterior

Plantio da soja perto do fim

Próximo Post

Equipes médicas do Opera Tocantins terão reforços; medida é aprovada na AL

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *