0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 10/07/2020 16:55

Os produtores rurais da agroindústria de laticínio, da região Serra da Lopa, do município de Barrolândia, estiveram reunidos nessa quinta-feira, 9, com o secretário de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro), Thiago Dourado.

O laticínio para produção de queijo está em funcionamento e já possui o Serviço de Inspeção Municipal (SIM), que é responsável pela inspeção e pela fiscalização da produção industrial e sanitária dos produtos de origem animal.

Segundo os produtores, uma nova etapa se inicia por meio do registro na Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) para obtenção do selo artesanal e ser comercializado em todo o Tocantins.

A agroindústria localizada na Fazenda Canto Cerrado, do proprietário Geraldo Machado, produz atualmente uma média de 200 litros de leite por dia, produzindo 20 queijos diariamente. A produção é comercializada em feiras livres do município e para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Reunião com produtores ocorreu nessa quinta-feira, 9, na Secretaria da Agricultura. Foto: Agricultura/Governo do Tocantins.

Para o secretário da Seagro, Thiago Dourado, os incentivos às agroindústrias no Tocantins vêm de ações conjuntas com os produtores. “O Selo Artesanal é mais uma ferramenta importante na agricultura familiar, gerando plataforma na agregação de valores aos produtos de origem animal, em específico a produção de queijo para comercialização. Temos também o incentivo à emissão do Selo Arte para produtos artesanais de origem animal e vegetal, sendo um novo conceito que se inicia com a produção, o processamento e a comercialização dos produtos”, destacou.

O secretário de Agricultura do município de Barrolândia, James Lages, presente na reunião, destacou que a Seagro é parceira nesta atividade e no apoio aos agricultores familiares. “Acreditamos que o selo agrega mais valor ao queijo e é importante para os produtores da região comercializar seus produtos. O município já possui muitos projetos de agroindústria de origem animal e vegetal”, citou.

O Estado do Tocantins conta com cerca de 59 pequenos laticínios com o SIM, distribuídos em 22 municípios e muitos destes poderão se inspirar neste caso de sucesso de Barrolândia e buscar também o Selo Artesanal. “O que será oferecido ao consumidor é um produto com muito sabor e qualidade certificada”, afirmou a engenheira de alimentos da Seagro, Verônica França.

A Seagro, por meio da Gerência de Fomento à Agroindústria, será parceira dos produtores na elaboração dos programas de autocontrole, bem como no auxílio em todos os caminhos até a obtenção do Selo Artesanal.

Selo Artesanal

O Selo Artesanal faz parte da Instrução Normativa nº 06, publicada pela Adapec, no dia 16 de junho de 2020. Esta Normativa Estadual aprova as normas técnicas sanitárias para indústrias artesanais de Leite no Tocantins, materializada por meio do Selo Artesanal.

Post Anterior

Febre aftosa: Adapec deve vacinar 100 mil bovinos na Ilha do Bananal

Próximo Post

Governador sanciona lei que estabelece pagamento de indenização financeira e de plantão a profissionais da Saúde que atuam no combate à Covid-19

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *