0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 30/04/2021 18:30

De acordo com a análise apresentada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) com base nos dados do Ministério da Economia, o Brasil apresentou um novo recorde de exportações do agronegócio.

No mês de março foram embarcados produtos que somaram US$ 11,6 bilhões, montante superior em 28,6% ao registrado no mesmo período do ano passado.

Já em relação ao saldo comercial do mês, incluindo exportações e importações, o setor registrou superávit de US$ 10,2 bilhões, o melhor resultado dos últimos 12 meses.

O principal produto da pauta exportadora foi a soja em grãos, que atingiu receita de US$ 5,4 bilhões, expansão de 43,1% na comparação com março do ano passado.

O embarque de soja em grãos respondeu por 46,3% do total das exportações do agro.

O avanço das colheitas que estavam atrasadas no primeiro bimestre do ano e prejudicaram os embarques no período foi o principal fator por trás do expressivo aumento frente ao mesmo mês de 2020”, explica a CNA em Comunicado Técnico.

A carne bovina foi o segundo item mais exportado em março deste ano, com crescimento de 11,6% frente a março/2020 e faturamento de US$ US$ 617,2 milhões.

O resultado foi impulsionado pela demanda internacional, principalmente da China, o que ajudou a alavancar os preços globais da proteína e estimulou a exportação.

De acordo com a CNA, alguns itens apresentaram em março de 2021 um aumento expressivo nas exportações na comparação com março de 2020. Carne suína in natura (56,7%). Fonte: CNA.

Post Anterior

Brasil receberá 3,7 milhões de doses da Covax Facility neste domingo, 2

Próximo Post

Tocantins registra 296 novos casos confirmados da Covid-19

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *