0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 19/07/2021 15:25

Dando continuidade nas obras da Avenida NS-15/LO-13, o Governo do Tocantins, por meio da Agência de Transporte e Obras (Ageto), iniciou os trabalhos na parte sul da via.

Entre a Avenida  LO-05 e a LO-11 estão sendo feitos os serviços de terraplanagem. “As obras da parte sul estão concentradas na avenida próxima a Praia da Graciosa. Esse trecho irá facilitar o acesso dos moradores aos atrativos presentes no lago da Capital”, explicou a secretária da Infraestrutura e presidente da Ageto, Juliana Passarin.

Avenida irá facilitar o tráfego de veículos de carga. Foto: Ageto/Governo do Tocantins.

A Ageto também continua desenvolvendo os trabalhos na parte norte. No local, as obras seguem ritmo acelerado, seguindo o cronograma pré-estabelecido e as equipes continuam realizando os serviços de drenagem, construção de gabiões e pavimentação.

Após essa fase, o trecho, de cerca de 7 km, deve receber calçadas, meio-fio e toda a urbanização. “No final de junho concluímos o trevo de acesso da TO-010, e estamos dando continuidade ao processo de pavimentação. A expectativa é de que esse trecho, que sai da TO-010 até a Avenida Teotônio Segurado, seja entregue ainda este semestre”, destacou a gestora.

A Avenida possui cerca de 17 km de extensão. O projeto prevê a construção de um pavimento de alta qualidade, adequado para o tráfego intenso, conhecido como CBUQ (concreto betuminoso usinado a quente), além disso a via receberá calçada, iluminação pública, ciclovia e sinalização viária.

Conforme Juliana Passarin, a rodovia garantirá segurança e dará acessibilidade aos moradores de Palmas. “Esse trecho vai trazer mais segurança no trânsito dentro da Capital e servirá como via de suporte que poderá ser utilizada como rota para o tráfego de veículos de carga”, reforça a gestora.

Post Anterior

Deputados e Senadores governistas foram alertados de que "golpe do fundão" poderia até inviabilizar voto impresso

Próximo Post

Reforma política propõe só 15% das vagas do legislativo para as mulheres