0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 10/01/2019 19:10

Os delegados responsáveis pelo caso apresentaram detalhes sobre as investigações em torno da tentativa de homicídio contra o prefeito de Novo Acordo, Elson Lino de Aguiar Filho (MDB), conhecido como Dotozim, de 57 anos. De acordo com a Polícia Civil, foram presas três pessoas que estão na Deic em Palmas e serão levados para a Casa de Prisão Provisória de Palmas.

As investigações da Polícia Civil, apontaram que o vice-prefeito, Leto Moura Leitão Filho (PRB), conhecido como Letim Leitão, é suspeito de ser o mandante do crime. De acordo com o delegado Diogo Fonseca, da Deic de Porto Nacional, a morte do prefeito foi encomendada há cerca de três meses. Ouça audio

Ainda de acordo com o delegado, Paulo Henrique Souza Costa, 27 anos, o agenciador do crime, fez um acordo com o vice-prefeito, onde ele seria beneficiado. Ouça audio

Entenda

Elson Lino de Aguiar Filho (MDB), conhecido como Dotozim, de 57 anos, foi baleado na tarde desta quarta-feira, 9, na casa onde mora em Novo Acordo. Segundo informações da Polícia, o prefeito foi alvejado por três tiros, sendo dois no rosto e um no ombro. 

Dotozim foi encaminhado de ambulância ao Hospital Geral de Palmas (HGP) ainda na tarde desta quarta-feira, onde passou por exames e recebeu os devidos cuidados. O prefeito está fora de perigo e permanece internado na unidade de saúde. 

Vice é preso suspeito de mandar matar prefeito de Novo Acordo, diz Polícia Civil em coletiva de imprensa; ouça audio

Post Anterior

Vice é preso suspeito de mandar matar prefeito de Novo Acordo, diz Polícia Civil em coletiva de imprensa; ouça audio

Próximo Post

Ex-deputado e ex-superintendente do Incra pagará fiança e deve ser solto hoje: Carlão da Saneatins foi preso em operação da PF

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *