0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 19/06/2019 16:31

A Agência de Fomento do Tocantins está oferecendo linha de crédito especial para a renovação de frota de táxi ou compra de veículos novos para taxistas. Os benefícios são crédito facilitado, taxa de juros atrativa, financiamento de até 100% do bem, de acordo com a aprovação de crédito.

De acordo com a presidente da Agência de Fomento, Denise Rocha Domingues, a linha está disponível para os filiados ao Sindicato dos Taxistas do Tocantins (Sintaxi). “Essa linha foi instituída pela gestão atual neste mês e faz parte das reformulações que estamos fazendo dentro da Agência de Fomento, sempre com vistas a aquecer a ajudar a economia do Estado se desenvolver”, garantiu.

De acordo com a Coordenadora Geral do Sintaxi, Eunice Rodrigues, a linha de crédito oferecida pela Fomento é de grande ajuda para os profissionais. “Atualmente, temos 171 taxistas filiados em todo o Tocantins. É uma ação muito positiva no sentido de conceder essa linha com os atrativos propostos”, disse.

O financiamento possui taxa fixa de juros de 1,5% ao mês. O valor pode ser dividido em até 48 meses, sem carência. Para ter acesso ao crédito, o interessado deve procurar um dos gerentes de crédito da Agência de Fomento no endereço 103 Sul Rua de Pedestre SO 9, 02, em Palmas. Mais informações estão disponíveis por meio do telefone (63) 3220-9800.

Agência de Fomento

A Fomento é uma instituição financeira constituída como sociedade de economia mista de capital fechado que pertence à administração indireta do Governo do Tocantins, e tem como objetivo principal financiar capital fixo e de giro para empreendimentos que favoreçam no desenvolvimento sustentável do Estado.

Para cumprir o seu papel, a agência possui mais sete linhas de crédito que atendem o microempreendedor individual; comércio e serviços; turismo; profissional liberal; agronegócio; a indústria; e inovações tecnológicas (Inovacred). Todos possuem taxas mais baixas que as oferecidas pelo mercado.

Post Anterior

Analfabetismo no Brasil cai entre 2016 e 2018 de 7,2% para 6,8%

Próximo Post

Público poderá eleger melhor Quadrilha Junina do Arraiá da Capital