0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 17/01/2019 09:50

A Procuradoria de Prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Seccional Tocantins, informou ao Portal Orla Notícias que recebeu neste domingo, 12, denúncia de violação de prerrogativas da advocacia praticada por um delegado de Polícia Civil do Estado.

O caso, segundo a OAB, foi registrado nesta madrugada em Porto Nacional, a 60 km de Palmas, “quando um advogado foi chamado para atender um cliente detido pela polícia”.

O advogado, cujo nome não foi divulgado, teria sido “xingado e ameaçado de prisão pelo Delegado de Polícia depois de uma severa discussão sobre o procedimento policial adotada no auto de prisão em flagrante”. O nome do delegado também não foi informado. Os atos teriam sido testemunhados pelo cliente e por um escrivão de polícia.

Segundo o presidente Gedeon Pitaluga, “a OAB não vai admitir que as prerrogativas dos advogados sejam desrespeitadas”. Ele acrescentou que “se houve tempo de se aceitar violação de prerrogativas da advocacia no Tocantins, isso acabou.”

O Portal Orla Notícias está fazendo contato com o Sindicato dos Delegados da Polícia Civil do Tocantins para comentar o possível ‘conflito’ de atuação entre as duas categorias. 

Post Anterior

Adolescente é morto a tiros no sul do TO: suspeita de vingança por briga

Próximo Post

Você no Orla: morador reclama de 'descaso' com ruas do Aureny I - tem vídeos