0
Compartilhamentos
Pinterest Google+

⟳ Atualizada em: 26/07/2022 17:12

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministro Luiz Edson Fachin, recebeu nesta terça-feira (26) juristas do grupo Prerrogativas para discutir violência nas eleições de outubro.

O objetivo do encontro, segundo os juristas, seria levar solidariedade ao ministro em razão da série de ataques que a Justiça Eleitoral tem sofrido.  “O ódio político” também seria tema da reunião.

Segundo Fachin, a Justiça Eleitoral de todo o país não cruzará os braços. “O TSE não está só, porquanto a sociedade não tolera o negacionismo eleitoral. O ataque às urnas eletrônicas como pretexto para se brandir cólera não induzirá o país a erro. Há 90 anos, criamos a Justiça Eleitoral para que ela conduzisse eleições íntegras e o Brasil confia na sua Justiça”, disse o ministro na reunião.

Post Anterior

Técnicos do TCU propõem que governo explique onde conseguirá recursos para PEC dos Benefícios

Próximo Post

Vejam o vídeo : Pastor é assaltado durante culto e suspeitos levam mais de US$ 1 milhão em joias

Sem comentários

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.